QUEM SOMOS      CADERNOS DO GREI      REVISTA OMNIA      NOTÍCIAS

ABOUT      SCIENTIFIC COMMISSION      EDITORIAL TEAM      CURRENT      ARCHIVES      SUBMISSIONS   
   
   

e-ISSN: 2183-4008 | ISSN: 2183-8720

    UMA NOVA PERSPETIVA CINEMATOGRÁFICA
    O género de terror no cinema interativo

    Volume 8, Issue 1 (2018), páginas 53 a 59
    DOI: https://doi.org/10.23882/OM08-1-2018-A

    Cátia Agostinho
    Universidade do Algarve (Portugal)
    catia_098@hotmail.com

    Bruno Mendes da Silva
    Universidade do Algarve (Portugal)
    bsilva@ualg.pt

    Resumo

    O presente artigo pretende analisar uma reação específica do utilizador de cinema interativo: o medo e, consequentemente, as potencialidades do género de terror neste suporte, dando a conhecer, numa primeira instância, um breve resumo da sua novíssima história.
    O Cinema, é como sabemos, uma manifestação artística relativamente recente, bastante relevante e que continua em desenvolvimento numa época iminentemente tecnológica.
    O cinema interativo tem vindo a desenvolver-se nas últimas décadas com várias propostas diversificadas de forma a aguçar a curiosidade do espectador e fazer com que o público participe na história. Ao contrário do cinema tradicional, este cinema interativo permite que o espectador tenha uma ligação mais direta e individual ou coletiva com o filme, possibilitando-lhe as mais diversas formas de interação com o filme
    .

    Palavras-chave: Cinema Interativo; narrativa; interatividade; terror.

    A NEW CINEMATOGRAPHIC PERSPECTIVE
    The horror genre in Interactive Cinema


    Abstract
    The present article aims to analyze a specific reaction of the interactive cinema: the fear and, consequently, the potentialities of the horror genre giving in a first instance a brief summary of its brand new story.
    The cinema is like a relatively recent artistic manifestation, quite relevant and that continues in development in an era imminently technological.
    Interactive cinema has been developed in the last decades with diverse proposals in order to whet the curiosity of the viewer and make the public participate in the story. This interactive cinema allows, unlike traditional cinema, that the viewer had a more direct or individual or collective connection with the film, allowing him as more diverse forms of interaction with the film.

    Keywords: Interactive cinema; narrative; interactivity; horror.

    References:

    Cirino, N.N. (2012). Cinema Interativo: Problematizações de linguagem e roteirização. Recife: Universidade Federal de Pernambuco (Tese de mestrado).

    Manovich, L. (2001). The language of new media. MIT Press.

    Mendes, R. (2014). A relação da interação com a narrativa cinematográfica: um caso de estudo de filmes com interatividade no Youtube. Porto: Universidade do Porto.

    Mendes, R. (2014). A relação da interação com a narrativa cinematográfica: um caso de estudo de filmes com interatividade no Youtube. Porto: Universidade do Porto.

    Rouse, R. (2009). Match made in the Hell: The inevitable success of the horror genre in video games. In B. Perron (Ed.). Horror Video Games: Essays on the fusion of fear and play. U.S.A: McFarland & Company Inc.

    S.Cruz, R.M. (2015). Experiências pioneiras em cinema expandido. Z Cultural – Revista do Programa Avançado de Cultura Contemporânea, 8(1), 4. Acessível em http://revistazcultural.pacc.ufrj.br/experiencias-pioneiras-em-cinema-expandido-de-roberto-moreira-2/

    Silva, B.; Tavares, M.; Reia, V. (2016). Os caminhos que se bifurcam: hipóteses de interatividade para o cinema do futuro. Atas do II Simpósio Internacional Fusões no Cinema.

    Viveiros, P. (2005). Cinema e tecnologia: Novas interacções. In Livro de Actas – 4º SOPCOM.

    Yamada, F. (s.d.). Cinema Interativo. Sarjeta Produções.

    Sitografia

    Caminhos Film Festival (2015). II Simpósio Internacional - Fusões no Cinema. Coimbra/Leiria: Caminhos do Cinema Português XXI - 3-5 dezembro 2015. Acessível em:
    http://caminhos.info/docs/proceedings_simposio_2015.pdf

    Grupo II Simpósio- Funções no Cinema (2015, Dezembro 3-5) Acessível em:
    http://caminhos.info/docs/proceedings_simposio_2015.pdf

    Jordon, J. (2010, Julho 19) Acessível em: http://www.makeuseof.com/tag/3-free-interactive-movies-web-control/

    Publicado em 2011, Julho 18 em: https://thisisnotadvertising.wordpress.com/2011/07/18/13th-street-last-call-the-first-interactive-horror-film/

    Publicado em 2010, Março 2. Acessível em: https://www.youtube.com/watch?v=qe9CiKnrS1w

    Silva, B.; Tavares, M.; Reia, V.  Acessível em: https://www.academia.edu/31444625/Considerando_o_tempo_e_o_cinema_interativo_primeira_parte

    Silva, B; Nárciso, A.; Zagalo, N. (2015) Acessível em: http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/42104/1/NZ_et.al_2015_survival_interativo-cap.pdf

    Van Ess, D.G. (2014), Last Call - The interactive horror film that calls you into the movie, writer at CREATORS.CO. Acessível em https://moviepilot.com/posts/1426708

   

Grupo de Estudos Interdisciplinares <grupo@grei.pt> Rua Vergílio Ferreira, n-º 11, 8005-546 Faro - PORTUGAL